sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

cap II -Massaro Zampier


Zampier ... Meu amado
Tudo começou pelo seu olhar penetrante numa avenida em Monique ,era o ano de 1946 fim da segunda grande guerra .Em todos os lugares só se via fome e desgraça.
Eu com meus longos cabelos avermelhados e a juventude a flor da pele ,seria alvo fácil desta incrível criatura.
O vi pela primeira vez as sete badaladas ,da única igreja que ficou intácta na cidade .Olhei para o lado direito e vejo aquele homem alto, esbelto,cabelos mais vermelhos que o meu .Acredito que nunca ví pessoa tão charmosa.
Seus olhos eram verdes como duas maçãs verdes. E num passo de mágica ele se dirigiu a mim.
- Admirável como seus cabelos se movem - disse ele.
- Meus cabelos? - retruquei.
- Acho que nunca vi nada igual , não chegam a ser vermelhos como os meus,mas têm um brilho constante .Parece uma flama acessa ,um fogo ,um coração pegando fogo.Na mesma maneira que meu coração incêndiou quando ouvi a última badalada do sino e te avistei - respondeu ele
Meu coração pegou fogo ao ver aquela geniosa e admirável pessoa descrever a mim com toda delicadeza possível .Nunca ninguém me descreveu com tanta leveza e ao mesmo tempo com indiretas tão sedutoras.
- Ah , assim fico encabulada - respondi.
- Vergonha não deves ter .Belas pessoas normalmente são escravas da vaidade ,já as mais preciosas ficam encabuladas de possuí-la.
- Mas não sou escrava da vaidade!
- Por isso mesmo , só de te olhar já sei que é você.
- Que sou eu? Afinal como te chamas?
- Podes de chamar de seu - exclamou ele
Que pessoa estranha ao mesmo tempo encantadora , um pingo de suspense já era perfeito para eu querer me jogar em seus braços e o chamar de meu também.
Pessoas com mistérios são as mais chamativas , pois nunca sabemos o que ela está pensando ou planejando nos dizer.
- Bom ,podes me falar seu nome?
- Podes me chamar de seu Massaro - respondeu ele.
- Então podes me chamar de sua ...
Como era estranho se apaixonar no primeiro olhar ,na primeira troca de palavras .E imaginar esta pessoa para sempre com você.
Foi exatamente como me senti , ao mesmo tempo que ele era tão entrigante ,direto e dominador.
Aquela pessoa por quem sempre esperei ,mesmo nunca imaginando a altura sua beleza encatadora e seu olhar possuidor.
- Preciso ir ... - disse eu
- Safira ,então sabes aonde me encontrar - disse ele com um certo mistério.
- Como sabes meu nome? Não disse em nenhum momento - me assustei.
- Só de te olhar ,como te falei sabia que era você.
- Não te entendo ,eu sou o quê?
- Safira ,oras - respondeu ele
- Mas...como sabes meu nome ,não me respondeu?
- Seus olhos nunca enganam , seus lábios parados e sem movimento respondem todas as perguntas que para mim antes nunca foram respondidas.
- Você é um poeta.
- Poeta não sou ,se calhar um falso poeta .Mas tu és minha inspiração por quem sempre procurei - admirou ele
- Lindas palavras ,mas realmente preciso ir.
- Me encontre naquele lugar.
-Qual lugar?Não falastes nada de nos encontrarmos de novo.
- Saberás na hora certa e no momento certo.
- Mas como saberei?- perguntei
Estava tão anciosa e ao mesmo tempo com medo de nunca mais ver aquele homem sedutor. O medo era maior que minha vontade de tê-lo.
O medo era muito grande , e quanto maior o medo ,maior o risco de nunca arriscar para vence-lo.
- Minha Safira , vais saber na hora certa.
- Te esperarei para dares notícias -disse eu.
-Nos seus melhores sonhos te contarei.
-Sonhos?- perguntei
- Exatamente ,nossos sonhos são as respostas para nossas vidas .Lembre-se de seu sonho hoje a noite ,o lugar ,cada detalhes , vá atrás de seu sonho. E eu estarei lá [...]

Lais Adelita

39 comentários:

  1. Bom demais... Esse cara é pegador... Adivinha tudo só no pensamento... Hehehehehe... Falando sério, sua narrativa é excelente... Você tem livros publicados?... Gostei mesmo... Estarei sempre por aqui... Vou acompanhar... Vida inteligente da Web... Obrigado pela visita no Gavetão Fuçado...

    ResponderExcluir
  2. Valeu pela presença em meu blog!!

    Falando sobre o seu, como seu sou fã de crônicas, escrevia umas de terror e suspense.

    Gostei mesmo do blog!
    Contiue assim, acompanharei sempre!
    beijo!

    ResponderExcluir
  3. Adorei!!!
    E pode add sim!!!
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  4. segunda vez ja por aqui.
    bem legal.

    boa sorte e feliz 2009.
    assim que puder de uma passada no meu. xD

    abraço

    ResponderExcluir
  5. WOW! Muito, muito, muito bom hein?!
    Parabéns. Gostei do blog, vou acompanhar.

    ResponderExcluir
  6. adoreiii
    ótimo
    to doida pra ler o sonho

    :* adelita
    continue assim
    vc me prendeu

    ResponderExcluir
  7. Amei*>* Sou louca por histórias de vampiros.* de alguma maneira eles fazem parte demim;***
    Eu também tenho uma persogame vampira que apareceu num sonho*.* o nome dela é Pérola, ela tah em um post no meu blog^^

    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. Ai, sou apaixonada por histórias de vampiros. E todo esse universo de mistério e paixão me fascinam e de certo modo fazem parte da minha vida. Estou gostando de ler. Parabéns, consegue fazer com que as pessoas fiquem realmente curiosas para ver o decorrer da história... deveria investir nisso. E obrigada pelo comentário no meu blog.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. vc tirou isso de algum livro ou foi ideia sua?
    porq se foi ideia sua, meus parabens, vc tem talento e imaginaçao hein menina

    ResponderExcluir
  10. legal o texto
    mas vc poderia ter separado por partes
    muita gente nao vai chegar a metade dele
    sahasushauahuashusha

    ResponderExcluir
  11. ótima cronica.
    prendeu minha atenção na leitura

    ResponderExcluir
  12. Adorei, já pensou em fazer crônicas de Jornal?
    Que legal =)
    Passe no meu blog depois =)

    ResponderExcluir
  13. faiz tempo ein

    :P


    vc tem qantos aninhos? ASOsakoksasok


    visite-> www.xisde-xd.com

    ResponderExcluir
  14. Belo texto, muito bom !!!

    Por que não procuras ganhar dinheiro com seus textos ?

    parabéns !!

    ResponderExcluir
  15. É satisfatório ler um texto que renega a utilização do narrador onisciente. O desenvolvimento literário com narração em primeira pessoa do singular é uma ferramenta que transcede os limites da Psicologia Freudiana, como podemos observar em obras-primas que, para citar autores de língua portuguesa, destaquemos os impecáveis Machado de Assis, Guimarães Rosa e Fernando Pessoa, onde a personificações individualistas dos protagonistas são expostas sob uma análise psico-semântica impecável.

    Enfim, demonstras exímia capacidade de produção, sugiro que, caso ainda não utilize como ferramenta influenciável, pesquise sobre escritores literários realistas, naturalistas, e para contra-equilíbrio textos simbolistas.

    Enriquecerá ainda mais a sua personificação sentimentalista em seus trabalhos.

    Abraços

    Fernando Aldley.

    http://fernandoaldley.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. *-* Noossaa! Akii éah um máximoo!
    Adoreei akii!
    Dps paassa no meeu?

    ResponderExcluir
  17. Mt show o seu texto e como o rapaz la encima perguntou "QUANTOS ANINHOS VOCE TEM" auhauha
    belo texto!!

    www.rajadaverbal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. obrigado pela visitinha la no meu blog, entra nesse outro blog que fala de contos de vampiro é maneiro ;D http://draconiano.com.br/blog/

    ResponderExcluir
  19. Jáh estoou acompanhando akii, táh boom?
    Bjaaum ;*

    ResponderExcluir
  20. Olha que vampiro malandrao-catador! Pesquisou o orkut dela. Ficou sabendo seu nome e seus gostos, aí fez a festa...

    As mocinhas do fim da segunda guerra eram muito bobinhas...

    =]

    (Ps: Se o seu "adorei" for 10% verdade, jah to feliz. Obrigado pela visita, volte mais vezes)
    (Ps.2:"me jogar em seus braças")

    ResponderExcluir
  21. Eu, errar?! Nunca! Sou mais infalível que o arroz do "Larica Total".


    uahuhahuahuauha nao falei pra zuar, falei pra vc corrigir. Acho horrivel q corrijam meu texto depois q muitas pessoas jah o leram, eh melhor q me corrijam no inicio. =]

    ah, quer saber?! se nao gostou, vah comer geléia!

    ResponderExcluir
  22. Olá Lais, eu já tinha lido seu post antes, na verdade ontem... Achei muito interessante... É você mesma que cria a história? Se fr, parabéns! Já assistiu o filme Crepúsculo? Tem tud a ver... Vou acompanhar seu Blog ;)

    ResponderExcluir
  23. Olá Laís,

    Incrivel como a admiração por seres noturnos nos levam a extremo prazer de estarmos próximos a eles.
    A retomada dos mistérios que eles nos envolvem chega a ser uma torrente de extema paixão e poesia.
    Vampiros... Puro simbolo da cruel vontade de viver outra vida. ou outra morte...
    Adorei o que li. Pois adoro quando os próprios personagens falam sem muita ajuda do narrador. Tem vida. Como uma novela. Escutamos realmente os personagens.

    Abraços e escreva sempre
    Adriano Siqueira

    ResponderExcluir
  24. Nosss putttzzz vc mandou muito bem nessa! Adorei seu blog e adorei principalmente essa parte, vc detalhou bem, colocou romance, sob cenário, sob personagens que deu uma mistura muito boa!! Olha são surpreendentes suas histórias e tem um erro, você não entrete seus fãs, você os surpreende!!!!!

    Bjos de uma fã surpreendida!!

    ResponderExcluir